13 de nov de 2009

[OFF-POST] CASO UNIBAN, QUANTA BESTIALIDADE!

Um post que foge do assunto central deste blog, que como todos sabem é o Corinthians.

Venho por meio desta, manifestar-me referente ao caso “Aluna da UNIBAN”, não sou e nem quero ser de modo algum o dono da verdade, mais falo com conhecimento de causa, uma vez que freqüento a instituição, a aproximadamente 3 anos e 8 meses, mesmo que em outro campus.

Primeiramente, não gostaria de julgar se a estudante está certa ou errada, afinal não me sinto nesse direito, é mais do que obvio que a estudante foi achincalhada, humilhada e marginalizada pelos demais estudantes naquela noite, fica claro e explicito nos vídeos do acontecido. Por outro lado é quase unanimidade que a mesma encontrava-se com vestimentas não muito convencionais, em um segundo vídeo a mesma aparece levantando a saia e exibindo a calcinha, de qualquer forma não justificaria de modo algum as agressões sofridas, até porque Puta é que vende o corpo não quem faz utilização de roupas curtas.

Mais é aquele ditado: “Quem procura, acha!”.

A bestialidade dos alunos presentes no ocorrido causou espanto e revolta em uma grande quantidade de pessoas. Naturalmente o que me causa espanto é que a surpresa das pessoas com tal comportamento, afinal a bestialidade humana da sinais de força e clareza quase todos os dias, no estado de São Paulo principalmente, casos de violência gratuita, agressões verbais, ignorância, são dadas a todo instante, temos com clareza a bestialidade humana em suas mais diversas formas e níveis e só basta um olhar perscrutador para que se possa enxergar, inclusive na imprensa, seja esportiva ou não.

Temos na “imprensa” esportiva, se é que se pode chamar o “Paulinho” de imprensa, um sujeito mal educado, antiquado, que desfere criticas e calunias ofensivamente, denuncia e condena sem provas, causa constrangimento em entrevistas coletivas, censura comentários contrários a sua opinião de maneira descabida e sente-se o verdadeiro Dono da mais clara e absoluta verdade, ora, se isto não é bestial? O que é?

Prosseguindo ao assunto do post, vi nos últimos dias, uma grande quantidade de aproveitadores ouriçados pela oportunidade de aparecer, proferindo criticas de todos os gêneros e cunhos a Universidade, um inclusive dizendo que a UNIBAN é uma faculdade onde estudam “filhinhos de papai” que não sabem se quer escolher onde estudar, de mal informado a ignorante alguém que profere tal afirmação, uma vez que a UNIBAN é uma faculdade de preços baixos o que possibilita a facilidade de acesso a um curso superior, por isso muita gente estuda lá, por não ter condições financeiras de estudar em outra instituição, outros tantos jornalistas, se é que podemos chamar de jornalista alguém que expressa uma opinião generalizada e descabida, em um artigo disse que a universidade forma marginais, que não existe educação nela e que todos os educandos deveriam trancar suas matriculas e procurar outra instituição para estudar, pois ter um diploma da UNIBAN é sinônimo de vergonha.

É nesse ponto que se da minha indignação, pessoas que muito provavelmente sequer jamais pisaram na instituição vem a publico proferir tais palavras, generalizando todos os alunos da instituição, desmoralizando todos os seus cursos, corpo docente e funcionários, inclusive influenciando na opinião de outras pessoas, já que escrevem para jornais de grande visibilidade, é no mínimo incoerente, irresponsável e burro, tal ato.

A instituição deve sim ter responsabilidade pelo incidente com a estudante, assim como, a mesma tem sua parcela de contribuição para o ocorrido, os envolvidos nas agressões devem ser responsabilizados, mais daí, a tais generalizações e pré-conceitos existe um abismo.

Eu, por exemplo, estou me formando daqui a 20 dias em História na UNIBAN, não estudo no campus onde aconteceram tais fatos, não considero a instituição ótima e maravilhosa, mais sou agradecido a todo o corpo docente responsável pelo curso de História, pois foram três anos agregadores, que me possibilitaram adquirir muito Conhecimento, e quando eu escolhi a UNIBAN para cursar minha Licenciatura, foi além de tudo, por falta de opção e pelo preço acessível que dentro de minhas limitações financeiras é o que eu poderia ter no momento, então fico sim, decepcionado com a postura da mesma diante do ocorrido, mais fico muito mais decepcionado com a bestialidade, a ignorância e a falta de discernimento de diversas pessoas que são tão quanto ou mais portadoras de pré-conceitos do que os dementes que além de agredir a estudante do micro vestido rosa ainda filmaram e colocaram no you tube o que só qualifica a inclusão digital como fiel colabora da bestialidade humana.

Num País onde programas do cunho “Super Pop”, “Pânico na TV!”, “Zorra Total” e tantos outros fazem sucesso propagando futilidades, baixarias, e um festival de improdutividades me espanta realmente que as pessoas sintam-se surpreendidas com a bestialidade, realmente não sei se eu é que não me enquadro na sociedade ou ela é que não se enquadra em mim.

Agora eu gostaria que as pessoas refletissem se o caso da aluna da UNIBAN é mais grave do que as manifestações na PUC por parte de seus alunos que exigem o direito e a liberdade de fumar maconha nas dependências da instituição, Maconha é de uso proibido em todo o território nacional, só na PUC é que se deve ter o direito de acender um baseadinho em paz? Ou então na USP onde morreu o estudante afogado na piscina depois de um trote violento, a reitora acusada de plagio em sua tese de Doutorado, enfim, no dos outros é refresco.

Me orgulho de ter um opinião quase sempre retrógada e diferente da grande maioria, afinal como já dizia Nelson Rodrigues: “Toda Unanimidade é Burra!”.

Por

Bruno Ferraz

7 comentários:

Mônikita disse...

Belo post...

Infelizmente esse lance que aconteceu com a moça, por mais que ela tenha incitado qq atitude, não justifica a bestialidade de alguns alunos.
Assim como ficou pior a maneira como a própria faculdade, em primeiro instante, lidou com a questão expulsando a aluna e despois reconsiderando.
Foi como se com o fato de " tirar da frente" a moça tudo seria esquecido e resolvido.
Não existe isso além do que foi totalmente infatil e ilicito.

Mas concordo com vc que muitos se aproveitam desses fatos para crescerem em cima e se aproveitar de um fato que por si só é lamentavel.

Meu irmão é Professor da Uniban, inclusive nos cursos de História, só que das unidades do Morumbi e da Barra Funda.

Então vou dar minha opinião aqui falando do que vi principalmente na convivência de varias quartas feiras vividas lá na faculdade, enquanto eu esperava meu irmão dar aulas até as 21:30 para depois irmos direto ao Pacaembu ver o CORINTHIANS em cada jogo da Copa do Brasil.

O que vi foram alunos super educados, inclusive comigo.
Gente que batalha e que têm vontade de crescer como pessoa.
Fui super bem tratada e arrisco dizer que fiz alguns amigos tb.

Portanto qq generalização é sempre fruto de uma mente IDIOTA.

E como vc msm disse outras universidades tb tiveram seus dias de podridão.E nem por isso seus cursos e a qualidade dos seus formandos foram colocados em questão.Isso é hipocresia social e tão criminosa como daqueles alunos que insultaram a moça.

Claro que posturas têm que serem revistas e o assunto têm que ser esclarecido e debatido, porque isso NÃO PODE NUNCA MAIS ACONTECER.

Mas é aquela pegada... atire a primeira pedra quem não tiver pecados não é msm?

besos amigo e

VAI CORINTHIANS!

Bruno Ferraz (sOUL) disse...

Pois é amiga, os erros da instituição no caso são visíveis e eu não quis entrar no mérito do obvio.

Mais é exatamente o que você disse, muitos dos alunos que estudam lá, assim como eu, alguns amigos e minha namorada, almejamos exatamente o crescimento pessoal e profissional, mais algumas pessoas fazem questão de apedrejar a tudo e todos.

A mídia é cruel,quando tem um fato novo eles exploram até a ultima gota e depois jogam no lixo, é o que vai acontecer com esse caso, é o que acontece em todos os casos.

A bestialidade é tanta que eu moderei pelo menos 6 comentários pré-conceituosos, de nego que não deve nem ter lido o post, e assinam como são paulinos, essa corja de putinhas.

Beijo Monikita!

Obrigado pelo comentário produtivo.

Mônikita disse...

linkei esse texto na Bodeguita

bjo

Bruno Ferraz (sOUL) disse...

É Um honra!

Beijo.

Aline Prado disse...

Mesmo não sendo uma "frequentadora" do seu blog por motivos óbvios. Venho através deste comentário dizer que faço minhas as suas palavras. Hoje em dia nossa sociedade é composta de "n" personalidades e generalizações são terríveis. Que a tal aluna da Uniban foi agredida verbalmente é fato. Porém cogitar a hipótese que todos os alunos tem a mesma posição dos que fizeram a Barbarie e da Instituição que procedeu erroneamente no decorrer da situação é definitivamente errada.
Não vejo tanta mobilização e indignação da imprensa e da grande massa em relação a exploração infantil a fome a corrupção e aos outros "n" males de nossa sociedade.
Vejo que as infelizmente algumas pessoas usam meios de preconceito em todos os lugares a aluna sofreu o preconceito, e agora todos os alunos da Uniban sofrem outra forma de preconceito. Simplesmente fico perplexa.
Hoje ocupo aqui um território complicado em defesa dos alunos da Uniban que como eu só querem um mundo melhor livre de todas as formas de preconceito e injustiça,porém falo desses alunos como conhecedora de fato não como determinadas pessoas que julgam sem conhecer ou que generalizam pessoas.
Tem muita gente de qualidade dentro da Uniban.
Falo pelo grandes professores que tive nesses anos de Uniban que nós ensinaram a História desta Humanidade, pelos amigos tão batalhadores quanto eu e pelo Bruno♥. Por nós que estamos longe de julgar qualquer pessoa quanto a sua vestimenta, credo, cor , posição social e até mesmo pelo time do coração(rs).
Obrigada pelo espaço...
beijos

Filipe disse...

"No dos outros é refresco", e digo mais, no "dazelite", jamais. Bando de hipócrita.

E essa Geisy é a cara do puteiro; oportunista, agora esnoba até convite para eventos! É de fuder, né não?

Enfim, mais um golpe programado da abutraiada.

Que a galera viajou, viajou; bando de boçais. A mina, porém, é mais tosca ainda.

Enfim, é um caso que expressa todo o "torpor" dessa nossa çoçiedade...

Abraço, mano.

Daniel Damásio disse...

Será que o Paulinho Motoblog fez jornalismo lá?

Também senti falta dos posts: correria braba até o fim do mês.

EH NÓIS NA FIFA, MANO!!!